Brazilian Historic Gardens

 

Patrimônio cultural

“Pensar em Patrimônio agora é pensar com transcendência, além das paredes, além dos quintais, além das fronteiras. É incluir as gentes, os costumes, os sabores, os saberes. Não mais somente as edificações históricas, os sítios de pedra e cal. Patrimônio também é o suor, o sonho, o som, a dança, o jeito, a ginga, a energia vital e todas as formas de espiritualidade da nossa gente. O intangível, o imaterial” (Gilberto Gil, 2010).

Pensar em Patrimônio é pensar também no patrimônio paisagístico, nos jardins históricos e nas paisagens.

 
Fotografia de fonte em ferro fundido na cidade Pelotas – RS. Cristiane Magalhães

One Response to Patrimônio cultural

  1. Pois lembrei justamente da Reunião de JB e PM – Redes Integradas. E da intervenção uma verdadeira aula da professora Eliana Bógea – Doutoranda do Núcleo dos Estudos Altos da Amazônia/UFPA. (acho que foi esta
    que também falou da questão das praças certo?) "Pensar em patrimônio é pensar além das paredes, além dos quintais, além das fronteiras…"(Gilberto Gil – por ocasião Conferência João Neves Toledo em Belém PA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*